O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, incansavelmente ergue sua voz contra todas as formas de discriminação, preconceito e ódio social. Combater expressões concretas ou simbólicas de preconceito étnico-racial e de ódio social é tarefa fundamental e urgente de todo o conjunto da sociedade. O Projeto Político Pedagógico do IFSP deve apontar, em suas bases, para a construção de relações dialógicas entre os diversos sujeitos históricos (alunos, professores, servidores e comunidade), almejando a concepção de sujeitos éticos, críticos a toda e qualquer ideologia racista. Neste ponto, o NEABI compreende que a escola deve se constituir, sobretudo, como locus formativo, espaço de emancipação do indivíduo e de transformação social, de conscientização, de elaboração do pensamento ético e crítico, em direção à construção de relações democráticas e igualitárias.

O NEABI conclama a comunidade interna e externa do IFSP a se mobilizar, em um amplo movimento formativo, em torno da defesa intransigente da dignidade inerente e inalienável de toda pessoa. É preciso se construir um outro tempo, uma nova cultura, que suplante todas as formas de opressão e exploração e restaure nossa humanidade cindida pelo preconceito.

Leia o texto na íntegra aqui.