Cerca de cinco mil visitantes passaram pelas atividades da 1ª Jornada do IFSP, realizada entre os dias 6 e 9, no Câmpus Cubatão. Pela primeira vez, o Instituto Federal de São Paulo reuniu seus três maiores congressos: o Congresso de Educação Profissional e Tecnológica (Conept), o Congresso de Extensão e Mostra de Arte e Cultura (Conemac), e o Congresso de Inovação, Ciência e Tecnologia (Conict).

 

reitor jornadaOs números que resumem as atividades desses três últimos dias são grandiosos. Foram oito meses de preparação, 44 horas de atividades em três dias, mais de mil trabalhos submitidos e 825 trabalhos apresentados por estudantes de diversas universidades, participação de estudantes e servidores dos 36 câmpus do IFSP, mais de 200 alunos da rede pública municipal de Cubatão, 45 operações de logísitca realizadas pelos estudantes de Turismo do câmpus anfitrião e, ao final, 7.635 cerfiticados emitidos aos participantes.

Além disso, foram realizadas dezenas de rodas de conversa, mostras de arte e cultura, torneios, oficinas, exibições, palestras, conferências, mesas-redondas, atividades formativas e minicursos, entre outras atividades. Os temas variaram de apresentação de Maracatu e torneio de Robótica a discussões atuais como a reforma do ensino médio. Os visitantes também curtiram apresentações musicais e uma feira sustentável. Também não faltaram profissionais renomados para garantir a excelência da programação.

Participação dos alunos

As colegas Isabella Felix e Luísa Toni, do curso Técnico em Informática do Câmpus Cubatão, gostaram da visibilidade que a cidade ganhou. "Muitas pessoas não conheciam Cubatão e o câmpus do IFSP. Acredito que todos os alunos do câmpus ajudaram, de alguma forma, para que esse evento acontecesse. Há trabalhos expostos de alunos da nossa sala e de vários outros câmpus. É muito legal ver estudantes de diferentes regiões interagindo", elogiaram. O torneio de robótica e as exposições de arte e cultura foram as atividades preferidas de Isabella e Luísa.

Felipe Yuri Barbosa, do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e Paulo Ricardo Sparapan, de Engenharia Elétrica, viajaram dez horas do Câmpus Presidente Epitácio até o Câmpus Cubatão. Essa foi a primeira visita deles a outro câmpus, a primeira participação em um congresso e a primeira vez que apresentaram trabalhos. Felipe achou o evento grande e gostou da oportunidade de circular por espaços de diferentes áreas. "Assisti a apresentações de Física e de Maracatu e a exposições de artes", conta.

O amigo Paulo Ricado parabenizou a organização do espaço e gostou muito das pesquisas apresentadas em formato de pôsteres. "Conheci pesquisas desenvolvidas em vários câmpus. Gostei da oportunidade de conhecer pessoas e atividades de diferentes áreas."

Organização

A presidente da comissão organizadora central da 1ª Jornada do IFSP, Fernanda Sorrentino Atanes, destaca a importância da reunião dos três congressos do IFSP. "Os congressos eram realizados separadamente e alguns alunos entravam e saíam do IFSP apenas com a experiência da pesquisa, do ensino ou da extensão. Ao participar dos três eventos, eles conhecem outras possibilidades, podem desenvolver ensino, pesquisa e extensão ao mesmo tempo."

O árduo trabalho de articular diferentes setores e câmpus do IFSP é, segundo Fernanda, validado pela interação dos estudantes de diferentes regiões e áreas. "A socialização dos alunos é um dos objetivos do evento. Outro objetivo é a devolutiva para a sociedade do que fazemos no IFSP. Paralelamente, os servidores dos diferentes câmpus conhecem o que está sendo feito nos outros câmpus e acabam por trocar experiências e alcançar soluções para problemas no seu trabalho", avalia.

A realização do maior e mais importante evento da história do IFSP foi possível graças ao empenho de muitos servidores e alunos, como destaca o representante da comissão organizadora local, Eduardo Henrique Gomes. "Muitos fizeram todo o possível para que as atividades acontecessem da melhor forma, então os servidores e alunos estão orgulhosos por recepcionar todos os participantes e contribuir para este evento grandioso", avalia.

Eduardo destaca que o Câmpus Cubatão entrou, definitivamente, no mapa da educação da região da Costa da Mata Atlântica, composta por nove cidades. "O evento foi muito divulgado pelos meios de comunicação. Nos preparativos da jornada, envolvemos as prefeituras, a rede hoteleira e de restaurantes e a comunidade de todos esses municípios".

A logística e recepção dos convidados ficou por conta dos estudantes e docentes da área de Turismo. "O curso de Turismo cuidou do credenciamento, translado, recepção, serviço de coperias. O câmpus tem expertise nessa área e deu conta do recado", pontuou. Eduardo também elogiou o trabalho desempenhado pela presidente da comissão central, Fernanda Sorrentino.

O IFSP deve divulgar, ainda neste ano, quando, onde e como será realizada a próxima jornada.

Perdeu alguma programação da 1ª Jornada do IFSP? Veja tudo o que rolou no evento:

no site da Jornada

na fanpage da Jornada no Facebook

no canal do IFSP no Youtube

foto5 carros extintor